A Trust Wallet fez parceria com a Zcoin, uma moeda com enfoque em privacidade criada pelos pioneiros do protocolo Zerocoin. Como mencionamos anteriormente em nosso rebranding, estamos nos concentrando em projetos de privacidade como parte da nossa principal missão de dar suporte às criptomoedas líderes.

A privacidade é um dos nossos principais valores

“A privacidade é um dos nossos principais valores, pois é um direito humano inerente e deve ser mantido para preservar a dignidade e os direitos de cada um. Para nós, é muito importante ter suporte para o maior número possível de moedas de privacidade, para que nossos usuários possam ter a capacidade de fazer suas próprias escolhas”, disse o fundador da Trust Wallet Viktor Radchenko. “O lançamento inicial da Zcoin permitirá funcionalidades de envio e recebimento com planos para suportar o protocolo Zerocoin em um futuro próximo e, portanto, fornecer o mais alto nível de privacidade para nossos usuários.”

“Estamos empolgados para trazer a Zcoin para usuários da Trust Wallet de todos os lugares”, disse Reuben Yap, COO da Zcoin. Um dos objetivos da Zcoin é se inserir profundamente no ecossistema das criptomoedas e tornar nossas moedas fáceis de armazenar e usar juntamente com a Trust Wallet. Estamos ansiosos para realizar cada vez mais integrações, já que a Trust Wallet é a carteira nativa descentralizada da Binance DEX. Estamos entusiasmados com o suporte à Zcoin e outras moedas de privacidade e também com o fato de a Zcoin estar no grupo das primeiras moedas não-Ethereum adicionadas à carteira.”

Sobre a Zcoin

Zcoin (XZC) é uma moeda de privacidade (privacy coin) descentralizada e de código aberto que tem como foco principal, obter privacidade e anonimato para seus usuários na realização de transações na blockchain. É a primeira implementação completa do Protocolo Zerocoin, que permite que os usuários tenham total privacidade sobre suas transações através das provas de conhecimento zero (zero-knowledge cryptographic proofs).

A Zcoin também foi a primeira moeda a implementar o Merkle Tree Proofs em sua rede para mineração igualitária, bem como o protocolo Dandelion, que protege as identidades dos usuários ocultando seus endereços de IP. Mais recentemente, publicou um documento de pesquisa acadêmica para o Lelantus, um novo protocolo de privacidade em resposta a alguns dos maiores desafios enfrentados pelas blockchains em relação à privacidade - usabilidade, capacidade de auditoria e privacidade que resiste à análise rigorosa da blockchain.